(2013)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

3.5/5Rui  Fernandes Rui Fernandes 1 de Abril de 2014 às 11:04

Mais uma boa e grande aventura da saga The Hobbit...
Aguardo pelo The Hobbit - There Back And Again!!!

3,5*

Valverde Valverde 1 de Janeiro de 2014 às 16:28

A segunda parte da trilogia do The Hobbit vêm confirmar duas coisas. Primeiro: Três filmes não fazem sentido nenhum artisticamente. Financeiramente é outra conversa? Segundo: The Hobbit, a trilogia, é incrivelmente dependente do seu antecessor Senhor dos Aneis, ao ponto de não conseguir desagarrar de referencias ao mesmo. Ou seja, nada aqui parece ter luz verde se não existisse o monstruoso Senhor dos Aneis por detrás. Porém, seja dito, The Hobbit: The Desolation of Smaug é um avanço face ao filme anterior. Existe mais ritmo, mais acção, mais aventura, mais cenários e mais á frente... um dragão. Tento em conta que a história perde significativamente pela falta de profundidade nos seus personagens (só a caracterização, por exemplo, distingue os anões) é uma lufada de ar fresco quando finalmente, Bilbo Baggins volta a ser o principal do filme e vai ao encontro deste interessante dragão Smaug - uma criação que só não vale o filme inteiro, porque também existe, aquele momento, genialmente assustador e sinistro onde Gandalf se depara com o Necromancer. Basicamente este filme é uma melhora em relação ao antecessor, porém, ao contrário de As Duas Torres - que, mais do que um elo de ligação entre o inicio e fim, têm a sua própria história - The Desolation of Smaug sabe a meio de qualquer coisa, uma passagem na aventura que só em 2014 conhece o final que já devia ter conhecido em 2012.