(2013)

All Is Lost

poster

Sinopse

Durante uma viagem a solo pelo Oceano Atlântico, um velho marinheiro descobre que o seu veleiro está a meter água após ter colidido com um porta-contentores à deriva.Com o equipamento de navegação e o rádio avariados, o homem viaja às cegas de encontro a uma violenta tempestade. Apesar de ter conseguido remendar a fenda no casco e de toda a experiência como marinheiro, mal consegue sobreviver.Usando apenas um sextante e cartas náuticas para se orientar é obrigado a esperar que as correntes oceânicas o levem até uma rota marítima mais frequentada onde possa pedir socorro. Mas com o sol impiedoso, os tubarões a circular em redor do barco e os poucos víveres a desaparecer, o experiente marinheiro é obrigado a enfrentar a hipótese da morte.



Visitantes
Visitantes
3.3 (7 votos)
O meu voto
Login / Registo

Detalhes

Ano: 2013
Estreia nacional: 06 de Fevereiro de 2014

País: EUA
Género: Acção, Aventura, Drama
Duração: 106 min.
Distribuidora: ZON Lusomundo

Realização:
J.C. Chandor

Intérpretes:
Robert Redford

Links:

Blogs

Comentários RSS

ver todos Faça login para deixar um comentário.

Valverde Valverde 11 de Fevereiro de 2014 às 11:56

Ás vezes para além de ter uma boa ideia preparada, com todas as condições técnicas reunidas para transpô-la para o ecrã, é preciso ter a sorte de contar com um bom grupo de actores capazes de a interpretar fielmente. Em All is Lost, um filme enigmático e mais-do-que-parece-ser, J.C. Chandor necessitava ainda mais das qualidades de um front-man a solo, um actor que reunisse a capacidade de segurar a atenção, mesmo nas mais minimalistas atitudes. Ao contrario do protagonista que têm sempre um cabo das tormentas pela frente, o realizador teve uma pontaria em cheio na escolha do actor, Robert Redford, um senhor do cinema que regressou em boa hora, num interpretação que em termos de exigência poderá ser a melhor da sua carreira, preenchendo e reinando em cada imagem, emprestando uma transcendente sensibilidade á belíssima orquestração de Alex Ebert. All is Lost é, para além do enorme Redford, um misterioso e intrigante filme, que poderá crescer bem com o tempo.