(1951)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

4.0/5Maria Inês Maria Inês 12 de Setembro de 2011 às 16:28

É incrível como a loucura é retratada neste filme de maneira tão subtil ao início e num crescendo que causa uma tensão terrível no espectador!
Sinceramente, quando ouvia falar nesta peça e neste filme, a minha sensação é que era uma comédia romântica "à antiga", ignorância a minha! Nada tem a ver com isso...é um filme que retrata a solidão, a morte e a inocência com uma originalidade que nunca tinha visto noutro filme...para não falar no elenco, que não podia ter sido melhor escolhido!

Gostei imenso, aconselho, é um clássico!

4.0/5Valverde Valverde 5 de Julho de 2009 às 13:46

Este filme de Elia Kazan conta com um quarteto de actores a representar a um nivel assombrador, sendo essa a principal arma do proprio argumento, que necessita de ser entendido pelas emoções tão bem expressas por Leigh, Brando e companhia.

3.5/5Sofia Sofia 6 de Agosto de 2008 às 00:35

Este filme para aquele tempo esta muito bem conseguido, a personagem de Marlon Brando esta muito bem representada.

Bom filme, sem duvida.

SAudações Cinematograficas