The Matrix Reloaded (2003)

poster

a crítica

It is an immensely skillful sci-fi adventure, combining the usual elements: heroes and villains, special effects and stunts, chases and explosions, romance and oratory. It develops its world with more detail than the first movie was able to afford, gives us our first glimpse of the underground human city of Zion, burrows closer to the heart of the secret of the Matrix, and promotes its hero, Neo, from confused draftee to a Christ figure in training.”
Roger Ebert, Sun-Times
Não será, certamente, uma surpresa verificar que o segundo filme da trilogia se assemelha mais do que nunca a um jogo de vídeo (...) Começa no título: chama-se «Reloaded» como um recarregar de baterias de um jogo ou a versão «upgraded» de um programa de computador. Nada muda, tudo se transforma: a sensação é a de se assistir a uma variação do filme original, tendo como único programa a ultra-sofisticação dos meios”
Kathleen Gomes, Público