Sorte Nula (2004)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

4.0/5Vitinha Vitinha 3 de Março de 2012 às 02:49

O argumento é bom,mas merecia mais atençao de Fragata na escrita,tnha potencial para mais,mas nao ha dinheiro nao ha milagres,a cinematografia é fraca,parecem videos caseiros,mas nao se pode pedir muito mais com as condiçoes que o nosso pais oferece ao cinema.temos bons interpretes mas falta muito apoio á setima arte nos nosso país,infelizmente....vejam pelo argumento e pela bo intençao porque oferece nos bons momentos,preenche bem a hora e meia que tem de duraçao

2.5/5diogo diogo 23 de Março de 2010 às 15:01

Após ver o filme chego posso citar alguém: "Só sei que nada sei" Sócrates.

A historia está boa. Acho que se tivesse nas maos de uns franceses, alemães ou americanos este filme seria excelente.

Acho que um filme que se pode comparar a este é o Balas e Bolinhos, este vence pela historia apenas. Acho que a nivel de realização o Balas e Bolinhos vence claramente. Em nenhum filme se admite a captação de um camera man.

NOTA 2.5

2.5/5Luís Fonseca Luís Fonseca 18 de Agosto de 2009 às 03:19

gosto especialmente da cena em que é filmado um camara man... enfim

3.5/5Luiz Luiz 22 de Dezembro de 2008 às 17:19

Pronto Fragata, percebe-se o suspense que tentaste criar, faltou só um bocadinho assim...

Klose Klose 8 de Março de 2008 às 21:51

Muito engraçado. E viva a Carla Matadinho!

Os que falam mal deste filme devem preferir os filmes do Manoel de Oliveira, esse grande mestre.

3.0/5kimERA kimERA 14 de Janeiro de 2008 às 01:06

Interpretações muito fracas (mesmo!). Pormenores de humor negro será talvez o único ponto positivo deste filme.

2.0/5MantorrasBranko MantorrasBranko 11 de Setembro de 2007 às 21:00

Não há nada de especial, acontecimentos estúpidos, gajas nuas, comercial. Qualidade nula é que devia ser o nome.

Bruno Bruno 1 de Agosto de 2007 às 00:13

Um filme fixe, para filme portugues. Cheio de mistério e comédia negra.
razoavel.

Manuel Melo
Manuel Melo 23 de Agosto de 2006

Parece um argumento escrito à medida que se vai filmando, estilo telenovela onde, para encaixar as coisas, toda a gente se conhece e se encontra de forma inesperada à hora certa no local certo (ou errado, consoante o ponto de vista). Não gostei nada, mas ainda se perdoa um mau argumento e uma má realização quando se tem uma boa representação. Aqui, salvo raríssimas excepções, assistimos a representações deprimentes, actores fraquíssimos que parece que nem se deram ao trabalho de explorar personagens tão débeis. Para início de carreira - e sem a levar muito a sério - temos as novelas de e para adolescentes. Acho que o cinema devia ser levado um pouco mais sério.

Zetti
Zetti 9 de Maio de 2006

Só o facto de ter sido filmado com câmaras semi-profissionais já lhe da muito mérito!!!

Filipe
Filipe 3 de Janeiro de 2006

O humor negro transformou-se na "cena" mais ridícula que eu já vi! O melhor mesmo foi a Isabel Figueira e as músicas: dos Xutos e do Gil Semedo! lolol Enfim...!

Dalila
Dalila 2 de Janeiro de 2006

Sorte nula deve ter sido a de quem pagou bilhete pa ir ver este atentado à inteligencia ao cinema... eu vi um pco na tv e n aguentei, tive de desligar a tv. mto mau mmo. felizmente nem tdo o cinema portugues é assim, senao tavamos mmo mal.

Kr3ss93
Kr3ss93 1 de Janeiro de 2006

Nada de especial 2,5*

Elisabete
Elisabete 5 de Dezembro de 2005

Vi este filme há 2 dias atrás, e fiquei para morrer com a prestação deste filme.Este filme só prova que há tanto para fazer no cinema em Portugal!O guião é extremamente fraco, a fotografia deixa muito a desejar, os actores, esses nem se fala!Que horror!Muito muito mau!Fiquei sem palavras...e pensei, começem a apostar na gente nova porque senão o que vamos continuar a ter é: filmes de época, chatos e sem interesse, ou então filmes que pretendem ser hollywodescos sem orçamento o que só pode resultar nisto!Um muito mau filme!

João Lemos
João Lemos 21 de Novembro de 2005

É a prova que o cinema português pode crescer ainda muito. A contrariar a tendência de gastar subsídios em filmes feitos para minorias, este filme feito para o publico em geral vem provar que existe capacidade técnica para fazer bons filmes.

Na minha opinião tem vários defeitos:

- O argumento, apesar de ser dos melhores portugueses, poderia surgir mais depressa ao desvendar os mistérios, e não explicar tudo durante o filme. Claro que o público português não está preparado para pensar muito... é uma desvantagem.

- Não há necessidade de o elenco ser composto por celebridades, ficamos mais tempo a pensar na celebridade que na personagem. Por outro lado, a ideia de Fernando Fragata foi a de chamar mais público a ver o filme pondo um elenco de gente conhecida.

- A cena do striptease era escusada. Fica fora do contexto e é muito forçada. No entanto entendo que tenha sido uma boa estratégia de marketing. Outro exemplo destes é o crime do padre amaro. Não estou a ser contra a Carla Matadinho, mas acho que ela não teve um papel suficientemente forte para se impor como actriz, talvez mereça outra oportunidade, mas tem que rever o seu futuro como striper. Já para a Zara Quiroga, espero que tenha sido um papel em que ela estivesse à vontade, e não uma "oportunidade única" de ser actriz, pois um técnico cinematográfico com obra já feita merece mais que esta oportunidade.

Mas tem muitos pontos positivos:

- Apesar de ser um bocado contra o uso de celebridades (não actores) nos filmes, pois acho que tira a credibilidade da personagem que encarna, fiquei surpreendido com o desempenho de alguns actores. Rui Unas é um bom exemplo, ao contrário de Adelaide de Sousa que para uma actriz profissional ficou muito aquém na cena em que lhe contam que o marido morreu. No entanto, e a contrariar-me um bocado, por vezes é bom o uso de pessoas que nunca representaram, pois em Portugal à uma tendência para pôr actores de teatro a fazer cinema, e fica tudo uma bocado teatralizado.

- O argumento é bom, pelo menos para aquilo que estamos habituados no cinema português é fora do normal. No entanto, acho que podia ser mais um bocado trabalhado, pois a forma como se desenvolve desvenda tudo, não deixa quase nada para o fim e ainda faltar muita fita correr.

- Os efeitos são bons. Nada de hollywoodesco, mas o suficiente para fazer bons filmes.

- Bons cenários, bons locais, apesar de ser um bocado labiríntico e de não se entender como umas personagens passam umas pelas outras, dá a sensação de que as ligações são um bocado forjadas.

Tiago
Tiago 28 de Setembro de 2005

Não sei como é possível alguém gostar deste filme...Nem tenho palavras....

costa
costa 9 de Setembro de 2005

filme cheio de azares.porem cheio de comedia ma sorte e muita acçao. bom fim de ferias e bon voiyage

Jonathan
Jonathan 6 de Setembro de 2005

Para mim, foi um dos melhores filmes portugueses até agora produzidos. Traz muito suspense e faz-nos pensar. Tem óptimas personagens. Já comentei sobre o filme com colegas meus e têm a mesma opinião. A história está muito bem feita. Viu-se que há um melhoramento na parte técnica relativamente aos outros filmes portugueses. Apesar de achar que pode melhorar.

Sérgio
Sérgio 22 de Dezembro de 2004

Ainda não pude ver este filme mas, avaliando pelo "trailer", promete ser uma viragem na direcção certa para um cinema português que se quer capaz de chamar público às salas de cinema. Já faz falta à cinematografia portuguesa, à muito tempo, acção, ritmo, movimento e comédias sem piadas forçadas.

Sem detrimento para os restanes actores um cumprimento especial para a Isabel Figueira (esperemos que tenha aqui um bom começo) e para a Carla Matadinho (bola prá frente, Carla. Hás-de ser a última rir. Parabéns!).

E um Feliz Natal para todos.

Beatriz
Beatriz 20 de Dezembro de 2004

Fui hj ver o filme...
Adorei
Foi um dos melhores filmes k ja vi...
Lindo...Excelente mm...5 estrelas
Aconselho td a gent a ir ver...
Bjs

pearlsam
pearlsam 3 de Dezembro de 2004

Estou ansiosa para ver!! Vai ser concerteza um grande filme!!