Pi (1998)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

4.0/5jonas jonas 24 de Janeiro de 2012 às 06:13

Darren Aronofsky é oficialmente dos meus realizadores de eleição. Obrigatório 4*

3.5/5André Filipe Moreira Santos André Filipe Moreira Santos 14 de Fevereiro de 2010 às 21:52

Gostei bastante da estética deste filme...está brilhante, brilhante também é a forma como a música de C. Mansell se encaixa nos filmes de D. Aronofski e aqui temos mais uma prova disso...já faz lembrar a dupla S. Leone e E. Morricone.
Em relação ao final gostava que tivesse ido por outros caminhos, mas percebe-se perfeitamente que tenha acabado como acabou... o Hugo explica muito bem: "este filme demonstra que a igorância é saudável e que o simples facto de apreciar a vida é mais importante do que a genialidade (O que leva o ser humano à loucura)"
3.5*

4.0/5sedna sedna 20 de Julho de 2008 às 23:37

Um filme que mostra o quão perigosa pode ser a viagem aos confins do conhecimento.

3.5/5Hugo Silva Hugo Silva 5 de Março de 2008 às 23:53

Ao contrário do que acontece em "Requiem for a Dream", neste filme Darren Aronofsky tem os ases na mão e não tem medo de os jogar nos momentos certos e com inteligência. O elemento supresa do novo estilo de realização resulta na perfeição e ainda que o filme seja bastante doentio consegue, no meu entender, prender mais o espectador. O guião com uma acção principal interessante foi bem estruturado, e ainda que não muito exigente foi bem debitado pelos actores. É no entanto talvez demasiado alternativo para a maior parte dos espectadores.

5.0/5membio membio 21 de Outubro de 2007 às 01:11

um filme fantástico que aposta num visual decadente, escuro que explora a ganância do ser humano em querer descobrir a fórmula mágica para o siginificado de tudo, de onde viémos, para onde vamos, o propósito da nossa existencialidade, a procura pelo poder divino ou material. Tudo isto primorosamente edificado por Aronofsky que com este filme conseguiu elevar o cinema fantástico a um patamar mais digno.

Hugo
Hugo 12 de Outubro de 2006

Nao se deixem levar pelo titulo, este filme nao é so para amantes da matematica ou para intelectuais. Pelo contrario, este filme demonstra que a igorância é saudável e que o simples facto de apreciar a vida é mais importante do que a genialidade (O que leva o ser humano à loucura). Argumento e fotografia brilhante, boa banda sonora e um jogo de emoções perfeito.
O final é o momento chave... e como disse Darren Aronofsky, se nao perceberem o filme é porque NAO fazem parte do público alvo.

" It was given to me. It's inside of me. It's changing me."

Carlos Varandas
Carlos Varandas 19 de Março de 2006

Darren Aronofsky é um conceituadíssimo autor de ficção científica e este filme é a prova disso mesmo. Num estilo quase amador, com um orçamento reduzido Pi entra na mente de um matemático obcecado pela ideia de que tudo na natureza pode ser representado por um modelo matemático, inclusivamente a caótica New York Stock Exchange.
Um filme a não perder para os amantes da ficção científica.

Sofia
Sofia 9 de Agosto de 2005

uma obra de arte...