Annie Hall (1977)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

5.0/5Luís Fonseca Luís Fonseca 24 de Agosto de 2011 às 14:07

Woody Allen funcionava em 1977 como nós funcionamos agora, mérito a este senhor, que agora apenas se recria fazendo filme atrás de filme.

5.0/5Diana Garcia Pereira Diana Garcia Pereira 7 de Agosto de 2011 às 02:44

A isto chama-se a verdadeira comédia Romântica. Repleto de diálogos originais e cativantes!

"... eu pensei naquela velha piada, sabem, daquele tipo que vai ao psiquiatra e diz: "Doutor.. hum... o meu irmão está maluco. Pensa que é uma galinha." E... hum.. o médico pergunta: "Bem, e porque é que o não interna?" E o tipo responde: "Eu internava-o mas precisamos dos ovos."
Bem, creio que é mais ou menos isso que penso das relações entre as pessoas. Sabem uma coisa? Elas são completamente irracionais e loucas e absurdas e, mas... hum, creio que continuamos a mantê-las porque, a maior parte de nós precisa dos ovos."

3.5/5Avó Lurdes Avó Lurdes 4 de Abril de 2011 às 09:56

Este filme é um delicioso retrato sobre a ingenuidade que todos temos perante esse monstro exponencial que é o amor. Merece bem todos os aplausos que tem recebido ao longo dos tempos!

A escrita é fresca e inteligente, as interpretações são divinas e as técnicas narrativas são bastante invulgares para a época!

Aprovadíssimo!

*Comentário Nº 36 de uma velhota que pretende aproveitar a reforma vendo todos os filmes possíveis, guiando-me pela ordem que apresentam aqui no maravilhoso Cinema PT Gate!*

4.5/5Valverde Valverde 28 de Setembro de 2009 às 20:35

A obra-prima de Woody Allen é dotada de genialidade, de observação e de tacto. É um filme que nos explora, nos pergunta, nos ensina e, no final, conhece-nos como seres tão pequeninos e tão imbecis nessa coisa doida e complexa que é o amor.

4.5/5Nada Nada 12 de Junho de 2008 às 20:04

Está no meu top 10. Diálogos fantásticos, jams maravilhosos, um sentido de humor do mais refinado que pode existir, é perfeito.

Hugo Gomes
Hugo Gomes 14 de Maio de 2007

Woody Allen aposta numa narrativa interactiva com o publico e com sucesso

Henrique Lopes
Henrique Lopes 1 de Setembro de 2003

Um dos grandes filmes da década de 70 e de Allen, a que a justeza dos Oscars atribuidos (quatro, incluindo melhor filme e realizador) deram uma bela expressão.