O Meu Tio (1958)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

2.5/5André Filipe Moreira Santos André Filipe Moreira Santos 10 de Agosto de 2011 às 23:00

Logo no início há que dar valor aos créditos, estão bastante originais, de resto é um filme com um humor subtil em que Tati realça a "estupidez" das coisas modernas e do luxo levado ao extremo...
Há que dar valor também à forma como Tati encerra o filme, com um simples fechar de cortina...
No geral foi um filme que não me agradou...2.5*

4.0/5jalfy jalfy 4 de Fevereiro de 2009 às 14:05

"Vraiment, dans ce film, je vous l'assure, j'ai fait tout ce que j'ai voulu. Si on n'aime pas ça, c'est à moi seul qu'il faut s'en prendre."
Jacques Tati