Marie Antoinette (2006)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

Claudine75 Claudine75 13 de Fevereiro de 2018 às 10:56

Obrigado por estas dicas. É louco o que há como opções e desenvolvimento grátis! Pergunta-se como ele pode permanecer na Web uma série de sites malvados e mal ligados.
voyance - http://www.qualite-voyance.fr

3.0/5Diogo Pinheiro Diogo Pinheiro 23 de Setembro de 2011 às 04:30

Vê-se, mas por vezes é algo massudo. Vale pela lição de história e pela abordagem jovial num filme de época.

2.0/5Lumos Lumos 17 de Setembro de 2011 às 19:54

deu para perceber historia

4.0/5Maria Inês Maria Inês 13 de Março de 2011 às 19:54

O que Duarte Correia critica no filme é precisamente aquilo que mais gostei (respeitando, claro, as opiniões de todos nós!). Adorei o facto de, apesar de ser um filme de época, usarem uma banda sonora diferente do que seria de esperar, e as senhoras terem uma atitude de "miúdas modernas"...sinceramente, sou da opinião de que pessoas vão ser pessoas, mulheres vão ser mulheres, e não é por ser um filme de época que de súbito todas passam a agir como se fossem puras e santas...na minha opinião, é banda sonora, guarda-roupa, elenco e ambientes muito bons! Talvez algumas partes sejam demasiado lentas, no entanto nada mau!

4.0/5pedro_msz pedro_msz 17 de Agosto de 2010 às 12:50

Não ia com grandes expectativas depois de ler os comentários aqui, mas este é um excelente filme. Belíssimo e um retrato diferente, porém interessante, da época. Melhor que Lost In Translation.

3.5/5Ana Beja Ana Beja 13 de Junho de 2010 às 18:19

filme bastante bom. Adoro filmes de época e Kristen esteve muito bem!

2.0/5Duarte Correia Duarte Correia 28 de Setembro de 2009 às 20:58

Sou apreciador de filmes de época, mas sinceramente, considero que este filme é bastante fraco, à excepção do guarda roupa, considero que é um retrato muito pouco fiel, banda sonora muito desenquadrada, as "ladies" parecem miudas do século XXI, devido à forma como agem, muito fraco mesmo!

1.0/5crazyhorse crazyhorse 22 de Janeiro de 2009 às 10:00

Excelente filme... para quem está com insónias, tive o azar de o ter escolhido para uma tarde de Domingo, um erro está claro de ver, uma história insipida, filme sem nada que nos prenda, monotono do primeiro ao ultimo segundo, apenas o guarda roupa se salva nesta nulidade quase completa, vejam-no por vossa conta e risco, mas não digam que não vos avisei.

5.0/5Mariane Mariane 21 de Janeiro de 2009 às 22:06

Bem, sou suspeita em falar. O século XVIII me atrai de uma forma impressionante. Só fala mal do filme quem não compreende o glamour vivido em Versalhes depois de Luís XIV. A representação pode ser exagerada, mas é divertidíssima! Adorei.

5.0/5idieinmind idieinmind 5 de Outubro de 2008 às 16:48

Sofia Coppola, realiza aqui um filme que foge aos padrões habituais do "filme histórico", sendo o filme um autêntico desfile de acessórios,guarda-roupa, sobremesas, costumes, tudo ele a volta dos problemas e conflitos da protagonista, acompanhado este desfile estam uma série de canções pop (como por exemplo: I Want Candy). Resultado: temos uma obra de arte, recheada de boas fotografias e interpretações, mas que infelizmente falha na narrativa, e acaba com um final incógnito para quem nada sabe em relação a este período da história.

1.5/5Liliana Liliana 27 de Agosto de 2008 às 17:42

Ps. Não se trata de tentar e procurar encontrar os erros (errar é humano :), aliás nisso eu até tenho bastante tolerância (e confesso q nem dei muita relevância ao "erros" neste caso)...

1.5/5Liliana Liliana 27 de Agosto de 2008 às 17:33

A minha opinião sobre este filme coincide a 100% com a do Paulo Figueiredo. Tudo bem... o filme é uma "interpretação" e como tal deve ser respeitado, mas não necessariamente admirado. Para mim este filme tem muito mais de futilidade do q de Arte. A Arte presupõe invenção, imaginação, porque é acima de tudo uma representação da realidade diferente da comum.
Sofia Copolla limita-se a "desfilar" uma série de acessórios exuberantes acompanhados por uma banda sonora do mesmo tipo...e visualmente sim, poderá até ser atractivo, mas como não passa disso, "espremido" é pouco o q fica... A minha pontuação para este filme é 1,5*

4.5/5DEONPLAYGROUND DEONPLAYGROUND 2 de Março de 2008 às 19:39

Realmente Paulo Figueiredo devias de estar num dia muito mau quando escreveste essa 'critica'. Que azedume, até fiquei com azia...
Não sou nenhum cinéfilo, vejo filmes quando quero e quando posso. Uma coisa que não consigo compreender são aquelas pessoas que vão aos cinemas, gastam dinheiro nos bilhetes (outros nem tanto e outros nada), e depois não se divertem, porquê?! Porque passam o tempo todo a tentar encontrar os erros. Digam-me, se algum dia se dirigirem a Galleria degli Uffizi e olharem para a obra "O Nascimento de Vénus" de Botticelli, se também vão ficar especados a referir os 'erros' que o desgraçado do homem cometeu e que a sua obra não é válida nem deve de ser levada a sério. Claro que não!
Este filme é uma interpretação, e deve de ser respeitada e admirada, se possível. E como no mundo do cinema e em quase tudo na vida já foi chão que deu uvas esta Marie Antoinette não peca pela vulgaridade e futilidade.

Não reparei em câmaras mas reparei nos AllStar, o que foi engraçado e até um pouco coerente com a banda sonora. Enfim, referências...aposto que muitos dos que viram o filme se identificaram de algum modo...bingo!

Quem teve a oportunidade de comprar o DVD que veja o making of, irá perceber que a vontade de Sofia não era recriar nada mas interpretar.

Adorei!!

egipcia egipcia 31 de Dezembro de 2007 às 00:35

Concordo com algumas partes da critica de Paulo Figueiredo.
Devo acrescentar que existe uma parte do filme onde estam a exibir o calçado e aparecem uma 'all stars' de ganga.

Nao gostei do filme!

3.5/5Girassol Girassol 5 de Dezembro de 2007 às 18:06

Divertido!

3.0/5Nuno Silva Nuno Silva 26 de Agosto de 2007 às 12:56

Realmente, é um filme muito parado. Contudo, tem algumas partes interessantes.

dragoonfire dragoonfire 4 de Julho de 2007 às 16:04

Não gostei.
Filme muito parado...

Ana Duarte
Ana Duarte 9 de Dezembro de 2006

Demasiado pop...mas Jirsten Dunst está muito bem