(2007)

poster

a crítica

(...) recorre às imagens geradas por computador sem deixar que elas se substituam às «imagens reais». Chega para dar ao filme o seu travo «old school», mas não para fazer dele mais do que uma improvável relíquia nostálgica. Isto tanto por culpa de um argumento folclórico”
Vasco Baptista Marques, Expresso