Sicko (2007)

poster

novo comentário

Para submeter um comentário faça login ou registe-se

comentários RSS

5.0/5Filmes Filmes 20 de Fevereiro de 2008 às 19:55

Gosto da forma como Michael Moore organiza e prepara os seus documentários independentemente do tema. Em relação ao conteúdo, acho que faz um bom retrato do sistema de saúde dos EUA e que a possível visão mais cor-de-rosa dos sistemas de saúde nacionais da Inglaterra e da França está relacionada com o facto de alguns americanos terem uma espécie de "sonho europeu" por oposição ao "sonho americano" de alguns europeus.O sonho americano está relacionado com as ideias de grandeza e o sonho europeu está relacionado com as ideias de justiça e serviços essenciais garantidos. Pena que me pareça que isso agora esteja ameaçado... Ainda em relação ao possível sonho cor-de-rosa acho que ele quis demonstrar que os médicos de sistemas nacionais de saúde também podem ganhar bem, e utilizou para isso exemplos. Em relação ao sistema de saúde de Cuba, de facto Cuba é diabolizada nos EUA, não tenho grandes informações acerca dele, o que eu sei é que as pessoas têm acesso universal e gratuito ao seu sistema de saúde (como aliás em qualquer SSN)e que o de Cuba tem muito boa tecnologia nomeadamente no campo da visão para onde pessoas de vários países (inclusivamente de Portugal) vão.

3.5/5Blog Blog 1 de Dezembro de 2007 às 22:29

Sicko é cinema de alerta que facilmente cai em manipulações visuais e emocionais, mas sem perder o norte que Moore tenta ir.

- Blog ***

5.0/5carlos carlos 30 de Outubro de 2007 às 22:15

excelente documentario, mais uma vez com assinatura de michael moore. realmente há coisas dificeis de imaginar, principalmente quando estamos a falar do país da liberdade, dos sonhos, do dinheiro...mas infelizmente é só para alguns...o povo que se lixe...

5.0/5Vinil_ Vinil_ 30 de Outubro de 2007 às 20:39

mais uma grande forma de mostrar ao mundo que quem não tem poder sujeitasse aos caprichos dos mais afortunados para ainda ficarem mais ricos.
tenho pena que quando Moore passou pela Europa não tenha vindo cá a Portugal para ver como está o nosso serviço nacional de saúde e social.

4.0/5Carlos Varandas Carlos Varandas 8 de Julho de 2007 às 21:44

Mais uma vez uma grande crítica de Michael Moore. Neste caso os visados foram os lobbies no sistema de saúde dos EUA. No entanto neste filme não existe propriamente uma cara, ou caras, alvo. É todo um sistema que na opinião de Moore está mal e não funciona devidamente. Olhando às situações apresentadas, essa opinião é mais do que legítima.
Muito bom. Vale a pena ver.