O Tesouro: Livro dos Segredos (2007)

poster

a crítica

Aproveitando o (inesperado) sucesso de «O Tesouro», realizado pelo mesmo Jon Turteltaub em 2004, os estúdios Disney resolveram apoiar o cineasta nesta sequela que leva Ben Gates (Nicolas Cage) a perseguir a lendária cidade perdida de Cibola.
Por entre enigmas e combates com pseudo inimigos, a película remete-nos sempre para o conceito da história norte americana, por isso, não é de estranhar que se fique com a sensação de termos estado numa aula de história e não a assistir a um filme de aventura. Os muitos pormenores históricos de contextualização são supérfluos, esmorecendo a acutilância de várias cenas em favor de mais e mais desnecessária informação. Turtletaub tentou ainda integrar alguma dimensão dramática, como a sequência final de Nicolas Cage (em péssima forma) com Ed Harris, mas diga-se, é bastante mal sucedido. Apesar de assegurar entretenimento, a falta de ambição é a principal lacuna de um filme que raramente escapa à sua atroz superficialidade.”
Paulo Figueiredo, Cinema PTGate