(2009)

poster

a crítica

(...) pela dimensão dos temas que quer abordar, Amenábar torna este projecto demasiado longo e desconexo.”
Miguel Simal, Sol
Os limites de um filme como este derivam de uma perspectiva dos argumentistas e do realizador, que impõem o argumento como um uma "tese" moderna que, desde logo, reduzem (se não anulam) uma perspectiva clara e uma análise serena.”
Manuel Cintra Ferreira, Expresso