O Dilema (2011)

poster

a crítica

(...) o desenvolvimento da narrativa limita-se a protelar a chegada de um desenlace que antevemos desde o primeiro momento, e as personagens, essas, só existem para suportar o insuportável chorrilho de banalidades que o argumento lhes oferece”
Vasco Baptista Marques, Expresso